Menu Busca
Blogs

Blogs

  • Doação de dados: você está preparado para essa conversa?

    Você cedeu os dados, aceitou que fossem usados e garantiu o monopólio de uso para essa empresa. E agora? A próxima vez que pensar em doar algo para uma causa nobre, considere a doação de dados."

    O debate sobre uso dos dados digitais está esquentando! Participe! O futuro se constrói no presente!

    Acesse o link abaixo e leia o texto completo da pesquisadora do Crie, Luciana Sodré.

    http://bigdatarevolution.blogspot.com/2020/08/seja-um-doador-de-dados.html

  • Webinar CRIE - 16/09 - 17h

    Em agosto de 2020 o Rio de Janeiro foi selecionado para ser uma das 8 regiões a serem aceleradas pelo inovador programa do MIT no ciclo 2021/2022. Ao longo dos próximos 2 anos serão construídas diversas intervenções estratégicas cujo objetivo conjunto é transformar o Rio de Janeiro no “Vale do Silício” da Energia e Sustentabilidade. A construção de um i-Ecossistema se faz através da presença e parceria de vários atores, cinco na metodologia do MIT: Universidade, Corporações, Governo, Empreendedores e Investidores. Neste momento inicial contamos com instituições de peso como COPPE/UFRJ, Petrobras, Furnas, Dep. Paulo Ganime (NOVO), Hacking.Rio e MSW Capital representando as cinco pontas da estrela. A ideia, entretanto, é expandir bastante esse grupo e engajar toda a comunidade em prol deste promissor objetivo de tornar o Rio de Janeiro um polo global de inovação e empreendedorismo nas áreas de energia e sustentabilidade.

    O Crie (Centro de Referência em Inteligência Empresarial), da COPPE/UFRJ, realizará a décima quarta edição do Encontros Crie, abordando o tema   O Projeto Ecossistema de Energia e Sustentabilidade do Rio de Janeiro e o Programa MIT/REAP, quarta, dia 16 de setembro, às 17h (Brasília) no canal CRIE UFRJ do youtube.

    CONVIDADOS
    HUDSON MENDONÇA
    é formado pelo Instituto de Economia da UFRJ, Mestre em Engenharia de Produção com ênfase em Gestão e Inovação pela COPPE/UFRJ e Doutor em Administração no IAG/PUC-Rio com foco em Estratégia e Corporate Venturing. Ocupou diversas posições estratégicas relacionadas à inovação, como: Subsecretário do Ministério de Ciência Tecnologia e Inovação (MCTI), Superintendente e Gerente de diversas áreas da Finep, incluindo a avaliação e participação como membro de Comitês de Investimento de diversos fundos de Seed e Venture Capital. Atuou como avaliador/mentor de mais de 200 startups em programas como o InovAtiva Brasil, 100 Open Startups, Iniciativa na Cadeia de Valor, Prêmio Finep de Inovação etc. Participou, ainda, como coordenador e pesquisador de variadas pesquisas relevantes relacionadas à área, como o Panorama de Corporate Venture do Brasil da Harvard Alumni Angels, o ranking 100 Startups to Watch do Grupo Globo (PEGN, Época Negócios e Valor Econômico) e o Mapa de Impacto das Startups no Setor de Energia da COPPE/FGV/EDP. É, também, o atual Diretor do Comitê de Tecnologias Limpas da Associação Brasileira de Startups (ABStartups). Champion do Programa MIT REAP (Regional Entrepreneurship Acceleration Program) no Rio de Janeiro.

    MARCUS VINICIUS FONSECA é Eng. Químico pela Escola de Química da UFRJ, Mestre em Eng. Química pela COPPE/UFRJ e Doutor em Eng. Química pela Escola Politécnica da USP. Professor Titular da UFRJ, atuando no Programa de Pós-Graduação em Eng. de Produção da COPPE. Bolsista de Produtividade em Desenvolvimento Tecnológico e Extensão Inovadora do CNPq (2017-2020). No âmbito tecnológico, recebeu o Prêmio Vöst-Alpine da ABM por trabalho na área de aproveitamento de rejeito industrial. Foi Winner do Mining Lab promovido pela NEXA no tema Economia Circular por projeto relacionado à imobilização e aproveitamento de rejeitos do processamento de minérios de zinco. É autor de cinco patentes na área de aproveitamento de rejeitos industriais. É docente nas disciplinas de Inovação nas Organizações e na de Inovação e seus Mapas na COPPE/UFRJ, e no curso de extensão Inovação, o novo idioma para a competitividade. É coautor de modelos de avaliação empresarial relacionados à Cultura de Inovação, Grau de Maturidade, Horizontes Empresariais e Potencial de Inovação. Atua como coordenador de projetos da Fundação COPPETEC, tendo coordenado o Escritório de Projetos da Unidade EMBRAPII da COPPE/UFRJ. Coordenou o projeto Impacto do ecossistema de startups de cleantech no setor elétrico brasileiro. Atualmente, coordena o Projeto Ecossistema de Energia e Sustentabilidade do Rio de Janeiro no Programa MIT REAP (Regional Entrepreneurship Acceleration Program).

    MARCOS CAVALCANTI - Doutor em Informática, Université de Paris XI - (Paris-Sud). Professor do Programa de Engenharia da Produção, Coppe – UFRJ e professor convidado do curso de pós-graduação de Ciências da Informação (IBICT/UFRJ). Coordenador Centro de Referência em Inteligência Empresarial (Crie), laboratório para empreendedorismo, gestão do conhecimento e inovação da Coppe/UFRJ fundado em 1998.

    INFORMAÇÕES
    Data: 16/09 - quarta-feira

    Horário: 17h

    Transmissão: Canal do Youtube do CRIE UFRJ


  • Webinar CRIE - 19/08 - 17h

    Além de um desafio para a saúde, a pandemia de Covid-19 está provocando uma ruptura nos modelos de negócios tradicionais. A Revista Inteligência Empresarial recebeu relatos de experiência e artigos sobre transformação digital, gestão do conhecimento, avaliação dos ativos intangíveis e decisão data-driven para sua 42ª edição (julho/2020). 

    Com base em relatos sobre empreendedorismo e intensificação do digital em diversos setores da economia e mudanças nos modelos tradicionais das empresas como no RH, o próximo Encontros Crie convidou as autoras dos relatos para falarem como se reinventaram e apostaram em novos modelos de negócios.  

    São experiências que demonstram que a pandemia pode oferecer oportunidades de reinvenção e que, mesmo sendo considerado um fato inusitado e sem nenhum precedente, pode colaborar a entender o cenário futuro: após a pandemia a transformação digital será a nova realidade para o mundo dos negócios.

    O Crie (Centro de Referência em Inteligência Empresarial), da COPPE/UFRJ, realizará a décima segunda edição do Encontros Crie abordando o tema   Oportunidades para se reinventar: experiências de pequenos negócios durante a pandemia, quarta, dia 19 de agosto, às 17h (Brasília) no canal CRIE UFRJ do youtube.

    CONVIDADAS E CONVIDADO
    ANGÉLICA OLIVEIRA - Head de Educação & Tecnologia, Gerente de Projetos, Especialista em Comportamento e Consumo e Designer por formação, Angélica Oliveira está envolvida há cerca de 15 anos com o setor de Economia Criativa. Já prestou serviços de consultoria de pesquisa de tendências para o Groupe Carlin International, de Paris; pesquisa de campo para a Box 1824; Atualmente é Consultora de Aceleração Digital e Head de Educação na Plataforma Asta - uma tecnologia social que co-criou. A Plataforma oferece treinamentos, mentoria e aceleração via Escola de Negócios das Artesãs, para empreendedoras do setor de Artesanato de todo o Brasil.

    VANESSA CORREA ASSIS - Especialista em Gestão do Conhecimento, Inovação e Inteligência Empresarial pela COPPE/UFRJ. Gestão de Universidade Corporativa com experiência em T&D, Learning Experience Designer e Lifelong Learning.

    JOYCE MEYER - Jornalista especializada em mídias digitais, com formação em Gestão Executiva pelo Coppead (UFRJ) e Gestão Estratégica pela Insead (França). Trabalhou durante 18 anos no Grupo Globo como editora de Economia, editora-executiva e editora-chefe do O Globo Online. No jornal, fundou a diretoria de Negócios Digitais. Pediu demissão do Globo em 2010 para criar o iDIGO- Núcleo de Inteligência Digital.

    FABIANA MACIEIRA - Mestre em Lingüística Aplicada, Especialista em Gestão do conhecimento e Inteligência Empresarial pelo CRIE/COPPE, Coordenadora de RH (Gente&Gestão) na Radix Engenharia e Software.
    Especialista em T&D, responsável pela coordenação Universidade Corporativa, estruturação de projetos, mapeamento de competências e atividades do ecossistemas da universidade corporativa, bem como sua interação sistêmica com os demais subsistemas e áreas da empresa.

    MARCOS CAVALCANTI - Doutor em Informática, Université de Paris XI - (Paris-Sud). Professor do Programa de Engenharia da Produção, Coppe – UFRJ e professor convidado do curso de pós-graduação de Ciências da Informação (IBICT/UFRJ). Coordenador Centro de Referência em Inteligência Empresarial (Crie), laboratório para empreendedorismo, gestão do conhecimento e inovação da Coppe/UFRJ fundado em 1998.


    INFORMAÇÕES
    Data: 19/08 - quarta-feira
    Horário: 17h
    Transmissão: Canal do Youtube do CRIE UFRJ


  • Então a Espanha será a campeã do mundo.

    Gosta de futebol? Gosta de Copa do Mundo? Gosta de big data? Você pode gostar disso também: o jornal Financial Times analisou alguns dados para apontar o melhor time desse mundial.

  • Apenas uma vez: A política simples e vencedora do ‘no single piece of information should be entered twice’

    Primeiro país a declarar o acesso à Internet como um direito humano e permitir a votação on-line nas eleições gerais. Tem um serviço de banda larga dos mais velozes do mundo e é recordista no número de startups por habitante.

  • Abre-te, Sésamo! A inauguração do “universo paralelo da paz” no Oriente Médio

    Esse não é um texto sobre guerras nem sobre avanço da ciência, é sobre a resiliência humana diante do negativo e da destruição. 

  • A Internet das Coisas não está esperando por nada: não pisque o olho ou vai perder

    A Internet das Coisas só vai decolar se os consumidores puderem confiar nela." A frase foi retirada de um texto da Delloite, Penso que essa é uma ideia equivocada.

  • O futuro é muito melhor do que você pensa

    Se você não garante ao inventor que no futuro ele vai recuperar tudo o que ele investiu na invenção, ele para de inventar. Assim surgiram as chamadas leis de patentes. Tudo fez muito sentido nos 500 anos seguintes.

  • Vamos ter que desapegar do controle editorial

    O problema é sério, cabem muitas discussões para diagnosticá-lo assim como podem existir muitas ideias para contorná-lo. No entanto, acredito que uma coisa precisa ficar de fora dessa discussão: o controle editorial das redes sociais.

  • Crise econômica ou de paradigma?

    Migrar empresas do século XX para o século XXI é extremamente difícil. Não existem certezas sobre os resultados dessas empreitadas, mas o certo é que, lutar contra a disrupção causada pelo mundo digital definitivamente não é uma alternativa. Cuidado: quando um novo paradigma liberta, o anterior aprisiona.


  • MIND THE GAP

    Quem já andou no metrô de Londres sabe que mind the gap é uma recomendação quase obsessiva da TFL (Transport for London, empresa que faz a gestão da mobilidade da cidade). A expressão que significa “cuidado com o vão” alerta para o risco do passageiro de introduzir o pé no vão que existe entre a plataforma e o vagão do trem. 

  • “Mostre-me um muro com 15 metros e eu lhe mostro uma escada com 16..."

    Tudo ainda não passa de especulações, mas é possível que os terroristas dos ataques a Paris (13/11/15) tenham se comunicado via PlayStation 4. 

  • Network Thinking, Ciência das Redes e Big Data

    Em 2014 o Centro de Referência em Inteligência Empresarial (CRIE) da Coppe/UFRJ, lançou um curso para colocar Big Data na agenda estratégica dos gestores brasileiros.

  • O que é Open Data?

    O CRIE//COPPE/UFRJ será o primeiro nó da rede mundial do Open Data Institute na América do Sul.

  • Quem vai dominar o mundo? A questão do controle dos dados

    No dilema do tipo "se correr o bicho pega, se ficar o bicho come" devemos nos perguntar antes se o bicho precisa mesmo existir.

  • O Facebook pisou na bola?

    Algumas pessoas me perguntaram o que eu penso sobre a divulgação da experiência que o Facebook fez recentemente para entender como as emoções dos seus usuários variam de acordo com as notícias que lêem. 

  • Marco Civil da Internet e Inovação

    Amanhã, 19/02/14, o congresso brasileiro deve começar a votar o marco civil da internet. Trata-se de um projeto de lei que "visa consolidar direitos, deveres e princípios para utilização e desenvolvimento da Internet no Brasil". 


  • Open Data Day

    Um convite para ouvir e falar sobre compartilhar dadosDados digitais têm se tornado cada vez mais importantes para geração de conhecimento. 

  • Ninguem pediu sua opinião

    A melhor definição que já ouvi da sociedade na qual vivemos é: “somos a sociedade de 7 bilhões de pessoas com problemas complexos" (Carlos Nepomuceno). Gosto dela porque não é uma definição.  É uma constatação de fatos, portanto será sempre dinâmica. Pode-se acrescentar outros fatos e a definição vai se adequando à sua lógica.

  • O nome do jogo é Open Data

    Recentemente a mídia comum, ou a mídia de massa, tem abordado bastante o tema Big Data.

  • Follow us!

    Na ultima publicação que fiz (leia aqui), deixei a frase final para servir de gancho para um novo post que pretendia escrever. Não precisava. Assim que publiquei o texto, vi no Facebook o link para uma nota no site do Jornal Estadão: “Abin monta rede para monitorar internet”