WIDA - Web Intelligence & Analítica de Dados

APRESENTAÇÃO

Grandes players do setor de consultoria e pesquisa para gestão e inovação são unânimes em afirmar que o modelo produtivo baseado na Web e o processo de tomada de decisão baseado em dados são tendências irreversíveis. Com isso, modelos de negócios consagrados e competências e habilidades tradicionais estão vulneráveis a sofrer disrupções severas.

Longe de ser uma ameaça, esse cenário é uma oportunidade para os que estiverem preparados. A maior barreira para a sobrevivência nesse contexto não é tecnológica, como pode parecer à primeira vista. Pesquisas recentes indicam que a maioria das empresas ainda não compreende o verdadeiro impacto dos ambientes digitais na sociedade, nem sabe como criar modelos de negócio que transformem grande volume de dados em melhores decisões e resultados.

O WIDA foi desenvolvido para preparar profissionais para conceber, implantar e gerenciar projetos para utilização inteligente da estrutura (rede) e dos dados gerados em ambiente digital (big data).

DIFERENCIAL


As tecnologias para transformar esses dados em informações e para usar a rede digital como plataforma produtiva estão disponíveis e serão cada vez mais acessíveis a todos. A maior barreira não é falta de recursos financeiros nem de habilidade técnica, mas o desconhecimento do verdadeiro impacto dos ambientes digitais na sociedade e de como criar modelos produtivos consistentes.

O WIDA lhe ajuda a desenvolver as competências imprescindíveis para agir no século XXI: visão da complexidade, abordagem e modelagem de problemas complexos, gestão do ambiente digital, geração de valor a partir de dados digitais, tomada de decisão data driven e criação de novos modelos de negócio. O curso está alinhado com a vanguarda de pensadores e empreendedores que estudam, analisam e criam oportunidades no mundo empoderado pela Internet.

Veja aqui o professor Marcos Cavalcanti falando sobre o mundo digital e sobre o curso.

Mundo Digital - Curso Wida

Mundo Digital - Curso Wida

PÚBLICO-ALVO

O WIDA foi desenhado preparar pessoas para atuarem em projetos de big data de modo estratégico e sistêmico. Desse modo o curso interessa aos profissionais com os seguintes perfis:

EXECUTIVO / ANALISTA DE NEGÓCIOS
Você atua na área de negócios. O curso lhe mostrará os impactos do ambiente digital na sua área de atuação, como usar tecnologias digitais para se posicionar diante das ameaças de disrupções, como avaliar riscos, tomar boas decisões, melhorar os resultados da empresa e se comunicar melhor com seu público e com especialistas em TI.

QUANTITATIVO
Você atua em projetos com foco quantitativo como engenharia ou estatística. O curso lhe ajudará a entender como a gestão do ecossistema big data pode melhorar os outputs do seu trabalho, além de lhe oferecer informações para se comunicar melhor com especialistas em TI. 

TECNOLÓGICO (T.I.)
Você é responsável por tecnologias da informação. O curso lhe mostrará como o ambiente digital está modificando os negócios, como usar as T.I. para empoderar o tomador de decisão, além de lhe preparar para atuar como analista de negócios ou se comunicar melhor com profissionais da área. 

PROFISSIONAL LIBERAL
Você atua de modo autônomo ou semiautônomo nas áreas de medicina, educação, direito, jornalismo, etc. O curso lhe mostrará os impactos do ambiente digital na sua área de atuação, como as tecnologias digitais podem melhorar o seu desempenho e como fazer a gestão do ecossistema big data no seu trabalho.

PRÉ-REQUISITO

Nível superior completo, inglês (para leitura) compromisso com o desenvolvimento de um projeto final de curso.  Não é exigido nenhum background em estatística, matemática ou tecnologia da informação.

COORDENAÇÃO

Marcos Cavalcanti

Fundou o Crie em 1988. É doutor em Informática pela Université de Paris XI, professor da COPPE/UFRJ (Programa de Engenharia de Produção) e coordena os cursos de pós-graduação MBKM (Master on Business and Knowledge Management) e WIDA (Web Intelligence & Digital Ambience)

É Membro do Board do New Club of Paris, editor da Revista Inteligência Empresarial e coautor dos livros O Conhecimento em Rede e Gestão de Empresas na Sociedade do Conhecimento e Gestão Eletrônica de documentos e Que ferramenta devo usar. 

email: marcos@crie.ufrj.br


Pedro Figueiredo




Mestre em engenharia de produção (COPPE/UFRJ)

email: pedro.figueiredo@crie.coppe.ufrj.br

INFORMAÇÕES

Dias das Aulas

Aulas aos Sábados
(3 sábados por mês)
9h às 13h (ao vivo - via Zoom)

Duração

360 horas
Aproximadamente 14 meses

Local do Curso

Via Zoom

Certificado

O curso é reconhecido pelo MEC e fornece um certificado oficial da UFRJ.

Material Didático

Material será fornecido quando necessário.

Outras informações?

wida@crie.ufrj.br

UFRJ – Centro de Tecnologia
Bloco i-2002 / Sala 014c
Ilha do Fundão
Cidade Universitária

PROGRAMA DO CURSO

O programa do curso contempla todos os agentes e processos do Ecossistema Big Data. A visão de ecossistema da Especialização WIDA é única, permitindo um posicionamento estratégico e uma gestão sistêmica do ambiente digital, aumentando as chances de sucesso do seu projeto. O curso está alinhado com a vanguarda do pensamento internacional que estuda, analisa e cria oportunidades no mundo empoderado pela Internet. Os encontros apresentam fundamentação teórica, panorama atual e tendências constantemente atualizadas pelos pesquisadores do CRIE.

A base do ecossistema é o mundo físico (não digital) onde são gerados dados sociais, transacionais e da chamada Internet das Coisas, e onde vigoram os acordos sociais que limitam e dirigem as tomadas de decisão baseadas em dados.

Sociedade do Conhecimento 

Além de apresentar a visão sobre a sociedade do conhecimento e o contexto produtivo do século XXI, esta disciplina discute os novos paradigmas da economia em rede e digital. Também debate estratégias de como se inserir neste contexto de uso intensivo da internet, de digitalização e de redes complexas. 

Civilização 2.0: onde estamos e para onde vamos

Fortes mudanças administrativas ocorrem na sociedade após a chegada da "Cultura Uber", que permite um modelo de administração completamente novo. Uma plataforma pode ter milhares de fornecedores e consumidores e nenhum gerente. É preciso compreender por que e como isso é possível ocorrer e se preparar para lidar com esse novo ambiente. Esta disciplina debate questões filosóficas e teóricas relevantes para mudança do paradigma analógico para o digital.

Capitais do Conhecimento

O modelo para a gestão dos Capitais do Conhecimento do CRIE completou 20 anos de existência em 2020. Desde que foi lançado, em 2000, foi sendo atualizado considerando as mudanças de paradigmas no cenário de negócios, a partir das experiências e estudos em gestão do conhecimento e ativos intangíveis do CRIE. Originou-se do pressuposto que os modelos econômicos baseados nos três fatores tradicionais de produção (capital, terra e trabalho) deveriam incorporar também o conhecimento como fator essencial da produção econômica. A disciplina apresenta o modelo CRIE para gestão dos capitais do conhecimento e os referenciais teóricos em que ele foi baseado. O conteúdo faz um panorama introdutório dos capitais, que serão mais aprofundados em aulas dedicadas especificamente a cada um deles.

Ecossistema Big Data

A disciplina lista e descreve os agentes do ambiente digital de modo isolado e integrado, como um ecossistema. Também desenvolve a habilidade para usar a Metodologia Ecossistema Big Data (Crie) como ferramenta de diagnóstico, comunicação e gestão estratégica de ambientes digitais.

Data Thinking

Experiência prática para entendimento da metodologia proprietária CRIE, desenhada para solucionar problemas e identificar oportunidades através dos dados e evidências.

Projeto - Workshop pensamento sistêmico

Experiência prática e interativa que busca um entendimento contextual da tecnologia como ferramenta. Explora a complexidade dos sistemas contemporâneos provocando uma análise crítica das mudanças, além dos aspectos tecnológicos, buscando seus efeitos e desdobramentos em campos diversos.

Design Thinking

Capacitação para a utilização de algumas técnicas e ferramentas de design para definir um problema, projetar soluções e desenhar modelos de negócio.

Desenvolvendo Habilidades de Gestão do Conhecimento Pessoal

A disciplina aborda a Gestão do Conhecimento Pessoal e seu papel no contexto atual, de aceleração e necessidade de aprendizagem contínua e intencional. Nela, são apresentados Modelos e Práticas de Gestão do Conhecimento Pessoal, à nível pessoal e organizacional através de referências teóricas, apresentação de casos e atividades em grupo.

Projeto  - Princípios metodológicos

Apresentação da dinâmica dos projetos do curso, abordagem metodológica e alinhamento de expectativas quanto ao esforço a ser dedicado pelo aluno ao longo do processo. Aplicação de exercícios práticos para integração de grupos da turma, pré-definição de temas e grupos de trabalho.

Storytelling

O que é storytelling e como pode ser usado para criar narrativas poderosas e impactantes em projetos e organizações. Exemplos de histórias bem estruturadas e seus elementos fundamentais, seguidos de exercícios práticos de criação de uma história curta, aplicando os conceitos aprendidos.

Projeto - Pesquisa e investigação 

Reforço abordagem metodológica e consolidação de temas e grupos de trabalho. Início dos projetos do curso através de exercícios práticos para definição de briefings. Orientações e debate acerca da linha de pesquisas, investigações e explorações preliminares pelo ambiente de projeto, análise crítica dos cenários.

Ética e negócios digitais: questões contemporâneas 

A massificação da mobilidade com os smartphones, a computação em nuvem, as mídias sociais, e a inteligência de dados. O nexo dessas 4 "forças" mudou radicalmente o mundo em que vivemos. Debate sobre alguns fundamentos filosóficos para se pensar em conflitos inevitáveis que surgem em momentos de grandes mudanças, diante da emergência de uma nova geração de tecnologias que revolucionaram não apenas os negócios, mas a forma como nos relacionamos. 

Complexidade e Ciência das Redes

Esta disciplina mostra como distinguir problemas simples, complicados e complexos e definir melhor abordagem para cada um deles. Também apresenta a ciência das redes para um público multidisciplinar: a gênese da ciência e a estrutura, topologia e propriedades das redes (conceitos fundamentais para dataficação e modelagem digital de problemas complexos).

Open data e seminário tecnologias disruptivas e exponenciais

A disciplina apresenta a cultura Open como viabilizadora de alguns modelos de negócio inviáveis em ambientes restritivos. Também associa o conceito open com as principais demandas da sociedade (transparência, sustentabilidade, equidade, acessibilidade e gestão de problemas complexos) e exercita a habilidade de encontrar fontes de dados abertos, reconhecer sua confiabilidade e apresentar metodologias para gerar valor a partir deles. O seminário busca envolver os alunos na exploração das possibilidades de tecnologias com potencial disruptivo: Blockchain, Identidade Digital, Biometria, Robótica, Impressão 3D, etc.; desenvolver a capacidade de ver exponencialmente o impacto que as novas tecnologias digitais disruptivas exercem em determinados setores econômicos; usar os problemas definidos para os trabalhos de final de curso para exercitar esse raciocínio.

Problemas complexos e dataficação

Distinguir problemas simples, complicados e complexos e definir melhor abordagem para cada um deles. Conhecer processos e metodologias que descrevem problemas complexos em forma de dados e exercitar utilizando casos reais ou fictícios.

Aquisição de dados

Apresentar os principais conceitos, processos e ferramentas para aquisição de dados via sensores ou processos transacionais. Entender a importância da estrutura e granularidade adequadas. Apresentar os principais conceitos, processos e ferramentas para aquisição de dados via plataformas sociais (redes sociais, e-comerce, e-learning, etc)

Mapa estratégico para big data

Desenvolver competências para identificar as melhores oportunidades para projetos big data. Capacitar para utilização da metodologia desenvolvida e utilizada pelo Crie para prospecção dessas oportunidades.

Grau de prontidão para big data

Desenvolver competências para avaliar a maturidade de uma empresa ou setor econômico para projetos digitais. Capacitar para a utilização da metodologia Crie de definição do grau de prontidão para projetos em big data. 

Governança de dados

Definir parâmetros para boas práticas na definição, implementação e contratação de serviços de armazenagem, segurança, indexação, cópia, codificação, anonimização, compartilhamento entre outros.

Projeto - Interpretação e diagnóstico

Apresentações dos resultados alcançados pelos alunos e debate cruzado sobre os projetos. Orientações sobre os principais atores e agentes envolvidos nos recortes escolhidos, avaliação crítica das relações, tensões e necessidades através de abordagens empáticas em busca de um diagnóstico estratégico de projeto.

Avaliação de Ativos Intangíveis

Na economia do conhecimento, os fatores de crescimento tendem a se deslocar dos aspectos tangíveis (físicos) para os intangíveis (intelectuais), o que demanda uma nova abordagem para o trabalho, a organização e a maneira de fazer negócios. A disciplina apresenta o que são ativos intangíveis, como identificá-los, mensurá-los e avaliá-los. 

Tomada de decisão baseada em dados

Apresentar os fundamentos e os conceitos da estatística (descritiva e inferencial) como subsídios importantes para definir o processo de transformação de dados em informação e para a tomada de decisão. Apresentar conceitos, softwares e aplicações de análises de grandes volumes de dados, estruturados ou não estruturados.

Analítica de dados

Apresentar noções básicas sobre algoritmos, responsáveis pela transformação de dados digitais em informações para a tomada de decisão. Listar e descrever os algoritmos mais usados, apontando suas limitações e potenciais. Desenvolver a competência para decisões data driven. Apresentar as dimensões cognitivas que envolvem um processo de tomada de decisão e suas relações com a Inteligência Artificial (AI). Estabelecer os limites das capacidades de decisão humana e de um computador.

Projeto - Ponto de situação do diagnóstico

Sessão de apresentação oficial dos projetos e relatórios contemplando propostas, relevâncias, descobertas e conclusões preliminares

Visualização de dados

Apresentar a visualização como ferramenta de comunicação da analítica. Desenvolver as competências para a escolha de um modelo adequado ao risco das decisões e ao perfil dos tomadores de decisão. Desenvolver as habilidades para usar uma ferramenta digital e interativa

Projeto - Criação e modelagem 

Reforço abordagem metodológica, debate cruzado e orientações acerca da busca por proposições de projeto, segundo resultados avaliados anteriormente. Busca de soluções possíveis para os problemas complexos identificados e escolha dos partidos mais promissores.

Modelagem de negócios 

A emergência do ecossistema digital está mudando paradigmas na economia como um todo, então é muito importante entender as novas tendências e estratégias para o conhecimento e os modelos de negócio viabilizados pelas novas tecnologias da informação e comunicação, a internet, o comércio eletrônico e o governo digital. Esta disciplina problematiza a lógica tradicional de modelagem de negócio e apresenta ferramentas de modelagem que atendam melhor ao paradigma digital onde a visão de rede, a colaboração, o compartilhamento e o conhecimento dão a tônica da geração de valor.

Estratégia em contextos hiperdinâmicos

A disciplina apresenta as limitações do planejamento estratégico tradicional em contextos hiperdinâmicos e desenvolve competências para propor alternativas para o crescimento e alcance da liderança nesses ambientes.

Retorno sobre Investimentos (ROI) 

A disciplina discute as limitações das metodologias tradicionais de cálculo de ROI em ambientes digitais e exponenciais e como podemos aplicar metodologias de cálculo ROI de empresas de alto crescimento levando-se em conta o ambiente de transformação digital. 

Aspectos legais

São objetivos da disciplina: confrontar as novas práticas e as normas sociais vigentes; apresentar criticamente pontos da Constituição, Marco Civil da Internet e outras leis, normas e regulamentações que podem promover ou restringir as inovações disruptivas; desenvolver competências para participar do processo de elaboração de novos acordos sociais para o uso de dados e redes digitais.

Projeto - Desenvolvimento e sistematização 

Apresentações dos resultados alcançados pelos alunos e debate cruzado sobre os projetos. Orientações sobre o desenvolvimento aprofundado dos partidos mais promissores em busca de uma proposição assertiva de solução/sistematização para o diagnóstico estratégico.

Projeto - Preparação e entrega

Apresentações dos resultados alcançados pelos alunos e debate cruzado sobre os projetos. Orientações específicas sobre modelos formais de entrega de relatórios e apresentações de slides.

PRÓXIMA TURMA

Início das aulas: 25/03/2023

INVESTIMENTO

NOVO VALOR PROMOCIONAL
18 x R$ 990,00 (Total: R$ 17.820,00)
À vista com desconto: R$ 15.600,00

INSCRIÇÕES

INSCRIÇÕES ABERTAS
Dúvidas: wida@crie.coppe.ufrj.br
UFRJ – Centro de Tecnologia (CT) - Bloco I -2000 / Sala 014c - subsolo Ilha do Fundão - Cidade Universitária - Rio de Janeiro